Marketing Digital

Categoria » Postagem sobre Marketing Digital.

[O que é Marketing de Conteúdo Afinal?]

O que é Marketing de Conteúdo Afinal?

Saiba o que é e como este método de relacionamento com seu público-alvo pode ajudar a crescer sua rede de clientes.

Que o Marketing Digital deixou de ser uma tendência de mercado para se tornar um investimento indispensável na maioria das empresas você já sabe, certo? Quem quer continuar relevante para seus clientes na atualidade, precisa ter visibilidade online.

Por isso, o ponto hoje não é mais a necessidade de estar na internet, mas como se colocar nela para ganhar a atenção do público e se destacar em meio à concorrência, que já está lá.

Você precisa adotar as melhores e mais modernas estratégias de aquisição de clientes, sendo o principal elemento de uma estratégia de Inbound Marketing. Uma das principais é o Marketing de Conteúdo, que é usado e recomendado pelos maiores especialistas do mundo.

Mas como fazer Marketing de Conteúdo?

Simples, criando conteúdo educativo, o que atende à demanda das pessoas que estão em busca de respostas precisas em suas pesquisas nos motores de busca da Internet. Aqui, ensinar significa educar os visitantes de um site, blog, redes sociais e outros canais sobre os seus próprios problemas e soluções, com ele é possível  criar confiança nas pessoas.

O Inbound Marketing é a soma do conteúdo com o contexto. Nesse caso, considere que o seu conteúdo é uma espécie de kit de ferramentas de marketing. Dentro desse kit você tem blogs, fotos, infográficos e outros formatos de publicação de material. Já o seu contexto se refere à persona para quem você está criando.

As Vantagens

- Aumentar a competitividade no mercado;
- Melhorar a reputação da empresa;
- Criar autoridade mediante o mercado, ser referência e educar a audiência sobre seu nicho;
- Conhecer profundamente e conquistar o público;
- Reduzir o custo de aquisição de clientes;
- Influenciar na decisão de compra;
- Melhorar a experiência pós-venda.

Produção de conteúdo

A produção é o coração de uma estratégia de Marketing de Conteúdo, onde todo o seu planejamento toma forma!

Criar conteúdo de qualidade não é uma tarefa fácil e exige investimento de tempo, dedicação e trabalho. Mas, seguindo algumas recomendações, esse processo pode se tornar muito menos trabalhoso.

Escolha de palavras-chave

Palavras-chave são termos ou frases que as pessoas utilizam ao realizar uma busca na internet. Elas são o principal peça na hora de fazer SEO (Search Engine Optimization), a otimização de seu conteúdo para aparecer bem rankeado nos mecanismos de busca.

A ideia é que você descubra palavras-chave relevantes para o seu negócio e invista sua produção nessa temática.

Mas lembre-se: seu texto é direcionado a um público e não a um motor de buscas. Nunca atrapalhe a experiência do usuário em favor do Google.

Otimização para os motores de busca (SEO)

Com o seu conteúdo de qualidade pronto, não basta publicá-lo. Você precisa otimizá-lo para que ele seja encontrado pela sua persona.

E é aí que entra o SEO (Search Engine Optimization), uma das principais estratégias da metodologia Inbound, que são as práticas de otimização para os motores de busca.

Veja bem, buscadores como o Google e o Bing utilizam algoritmos para classificar todos os conteúdos indexados.

É por meio desses algoritmos que o Google, por exemplo, define que o artigo X é mais importante que o Y e por isso deve ser o primeiro colocado na página quando uma pessoa fizer a busca de determinada palavra-chave.

Quanto mais relevante os motores considerarem o seu conteúdo, melhor colocado ele será no ranking. E estar bem colocado no ranking é fundamental para chegar à sua persona, já que, segundo um relatório do Internet Marketing Ninjas, o primeiro lugar ganha 21% dos cliques!

A mesma pesquisa diz que o segundo ganha 10%, o terceiro apenas 7% e esse número vai caindo cada vez mais. Ou seja, se você não está bem colocado, é quase como se não existisse.

Porém, como algoritmos são lógicos, é possível seguir alguns princípios para mostrar aos buscadores que o seu conteúdo é realmente relevante.

O principal deles é a presença da palavra-chave ao longo do texto de forma orgânica. Ou seja, não a repetição frenética da palavra-chave, mas variações dela que se aproximem à linguagem falada.

E não só a presença da palavra-chave organicamente no texto, mas também no título, na URL, na meta-descrição, no alt-text da imagem.

Mas esse é só o principal fator. Existem muitos outros como: links de sites com domínio forte, site otimizado para mobile, autoridade da página, etc.

Redes Sociais

Hoje em dia é impossível pensar em uma estratégia de Marketing de Conteúdo que não inclua redes sociais. Isso porque os benefícios dessas plataformas são muitos — divulgação da marca, engajamento da audiência, geração de tráfego para o blog e de oportunidades para vendas etc.

Conclusões

E a sua empresa? Já investe em marketing de conteúdo? Se você ainda não produz conteúdos de valor para sua audiência, comece o quanto antes. Crie um blog, grave vídeos, produza e-books e ajude as pessoas a encontrarem a informação que elas procuram. Quando você atrair mais pessoas engajadas para o seu site, pode ter certeza que aumentará e muito o seu faturamento no final do mês.

Sucesso!

Gostou do post? Comenta aí!


Veja os Posts Relacionados!